<$BlogRSDUrl$>

2005/06/10

Música: 3 Pistas 

O conceito de colocar artistas a tocar e a gravar as suas músicas de forma diferente daquela com que as apresentam em disco não é novo, John Peel fez as Peel Sessions, a MTV as suas sessões Unplugged, Henrique Amaro e a Antena 3 as 3 Pistas.

Como o nome indica, 3 pistas apenas para gravação. Alternativas. E que bem que sabe ouvir Mesa no jazz descarnado de Luz Vaga, o sambinha de Uma para o caminho de Quinteto Tati, Temptation de Waits no contrabaixo e guitarra dos Dead Combo, Mão Morta, 1 Uik Project...

O conceito não é novo, mas que bem que resulta...

2005/06/07

Livros: Irritações, decepções & confirmações 

1. Há uma coisa que me tem irritado particularmente nestes dias últimos. Como não tenho uma boa loja de comics, ou sequer uma livraria que os tenha em abundancia aqui no alentejo profundo, vejo-me obrigado a comprá-los entre um jornal e um maço de tabaco, quando reconheço os autores ou a capa me desperta interesse. Sim a capa, e é isto que me irrita, porque não posso ver o seu interior, a qualidade do desenho, folhear umas páginas, porque estão sempre fechados no interior do seu casulo de plástico. Compram-se meio às cegas, e quando finalmente vemos o seu interior surgem as decepções, por vezes, ou as alegrias, felizmente na maior parte dos casos. E que tal passar pela livraria, ver um livro de arte com uma capa linda, e só depois de termos passado o cartão pela máquina termos a noção se valeu a pena? E perguntar à senhora por detrás do balcão: Posso abrir, e responderem: Não, não se pode abrir, vai levar?

2. Comprei esta semana 1000 Record Covers da Taschen, não pude, é claro, verificar o interior da mercadoria, mas arrisquei. Valeu a pena, mas também aqui não havia muito risco, conhecida que é a qualidade deste tipo de edições. Capas de LP's desde a década de 60 até aos anos 90. Um daqueles objectos que apetece cheirar e perder horas a olhar. Ou seja, aposta ganha.

3. Alguns dias depois, comprei Wolverine, Snikt, de Tsutomu Nihei, edição da Devir, com um Wolverine perdido num futuro onde os humanos estão praticamente extintos, substituídos por uma bactéria qualquer, blá, blá... Só se safam alguns dos desenhos deste jovem japonês, num enredo desinspirado, previsível e no fundo, aborrecido. Aposta perdida, neste.

4. Passei pela Feira do Livro da cidade, meia dúzia de barracas com pilhas de livros, novidades excitantes nalgumas, edições de 1980 de capas sujas a preço de 2005 noutras, mas livros, muitos e de muitas cores e formatos, palpitantes, a pedir que os coloquemos no saco e lhes mostremos o caminho de casa. E que tal comprar "aquele" livro e dois dias depois descobrirmos que a preço de feira nos custou 4 euros a mais do que em qualquer hipermercado? Bem, pelo menos não gastei gasolina, foi ali no centro da cidade, onde cheguei a pé...

5. De qualquer forma, vendem-se livros. Podia talvez ser de uma forma mais honesta, criativa, bela, mas quem sou eu para estar com estas ideias... Afinal de contas sou só o comprador...

This page is powered by Blogger. Isn't yours?     Feedback by backBlog     Site Meter